Mães Trocando Ideias – A escolha do nome

Oiê, meninas! Vamos trocar idéias?

Quem demorou pra escolher o nome do bebê? Quem escolheu rapidinho?

A série “Mães trocando idéias” aqui no blog It’s a Girl traz sempre um assunto que toda mãe quer saber. Esse post conta com a contribuição da experiência de várias mães para ajudar quem está passando por esse momento.

As mães que comentam o post no nosso perfil do Instagram podem ter a sua história publicada aqui nesse post! Visite agora o post no nosso Ig @ItsaGirl.Blog e conte nos comentários a sua história de como escolheu o nome do(s) seu(s) bebê(s).

E se você ainda não escolheu o nome do seu bebê, confira abaixo dicas que podem ajudar!

Uma escolha do casal

Escolher o nome do seu bebê é uma decisão que deve ser tomada pelo casal e o ideal é que seja um nome desejado por você e pelo pai do bebê. A família pode dar opiniões, sim, mas a decisão é de vocês!

Se você já tem outros filhos é interessante envolvê-los na escolha do nome do bebê. Isso é importante para que o filho mais velho se sinta incluído nesse momento tão importante da família. Assim, a criança vai se sentir mais próxima do irmãozinho ou irmãzinha que está para nascer, o que pode evitar ou amenizar ciúmes, comuns no período da gravidez.

 

Homenagens

Há famílias que escolhem o nome de acordo com a religião ou tradições, como a de dar o nome do pai ao filho ou dar o nome de determinado santo. Se você concordar com a escolha, não tem problema. Mas se você não concorda com a tradição, não precisa aceitar a imposição de um determinado nome pelos familiares. A escolha do nome de uma criança não precisa necessariamente seguir tradições ou costumes de família.

Caso não tenha jeito, você pode chegar a um consenso e sugerir um nome composto para que você também possa influenciar na escolha.

 

Facilite a vida do seu filho no futuro

Como o nome é algo que nos acompanha por toda a vida, procure um nome fácil de pronunciar e de escrever. Cuidado com nomes estranhos demais, ou de pronúncia difícil, que pode acabar chamando uma atenção indesejada para a criança. O nome também deve, de preferência, ser harmonioso com o sobrenome.

Um nome incomum tem a vantagem de fazer a pessoa se destacar. Por outro lado, um nome muito comum pode fazer com que a criança acabe sendo conhecida pelo sobrenome, porque sempre haverá mais de um na classe, por exemplo.

Cuidado com trocadilhos, mesmo que eles pareçam bonitinhos na hora, pois seu filho vai conviver com o nome pelo resto da vida. Evite nomes que possam gerar apelidos indesejáveis e possíveis gozações e bullyng no futuro. Por isso, ao escolher o nome, pense em todos os potenciais apelidos ligados a ele, para ver se não há nenhum desagradável.

 

Nomes compostos

Quando uma pessoa tem nome composto, geralmente o primeiro é sempre o mais usado, por exemplo, Ana Julia, João Felipe, etc. Nesse caso, pense bem qual nome prefere que o seu filho seja chamado, na hora de decidir a ordem desses nomes. A vantagem de ter nome composto é que no futuro, a criança poderá escolher o que ela mais gosta.

 

Nomes de gêmeos

No caso de gêmeos, o melhor é escolher nomes bem diferentes. Isso vai ajudar cada criança a desenvolver a sua própria identidade, pois afinal, os gêmeos podem ser parecidos, mas têm personalidades diferentes.

 

Significado dos nomes

Alguns nomes têm significados bonitos e simbólicos, outros, nem tanto!  Desejamos tudo de melhor para o nosso bebê e queremos um nome com um significado bonito. Por isso, o significado do nome vale a pena ser pesquisado. Pesquisar pelo significado dos nomes pode ajudar na decisão e também acaba sendo algo divertido!

 

Crianças com o mesmo nome

Pode acontecer de sua cunhada ou amiga próxima resolver dar exatamente o mesmo nome que você escolheu ao bebê dela. Apesar de ser estranho ter dois primos ou amigos com o mesmo nome, você não precisa abrir mão do seu sonho só por isso.

Você pode criar um nome composto, para diferenciar o do seu filho. Se ninguém se importar, você pode usar o nome que já tinha escolhido. Afinal, se as duas crianças com o mesmo nome conviverem muito juntas, com certeza surgirão apelidos diferentes.

 

Festinha para escolha do nome

Você pode organizar uma festinha com pessoas próximas para ajudar na escolha do nome. Esse tipo de festa é uma tradição antiga em algumas culturas e está cada vez mais comum atualmente. É uma reunião simples e descontraída, para pensar sobre o nome de seu bebê com as pessoas que você ama. Vocês irão se divertir ouvindo as sugestões de outras pessoas.  O  ideal é que você convide apenas amigos próximos e familiares, de maneira informal. Como é apenas uma pequena reunião, você pode servir sanduíches, salgadinhos, biscoitos ou até mesmo pedir uma pizza!

As regras são simples, basta que cada pessoa leve sugestões nomes com os seu significado e um argumento que justifique porque esse seria um bom nome para o bebê. No final, todos os nomes devem ser entregues ao casal por escrito, como sugestão. Vocês podem não escolher nenhum dos nomes sugeridos, mas a festinha é um ótima oportunidade para se confraternizar com as pessoas mais íntimas antes do nascimento do bebê.

 

A nossa experiência

Até mais ou menos 5 meses de gravidez, a gente não fazia a menor ideia de qual nome escolheria. Um belo dia, estávamos em casa e escutamos a música do Pink Floyd chamada “Julia Dream”. De repente, olhamos um para o outro e exclamamos: “Julia! ” Como a gente não pensou nesse nome antes! Foi tão repentino e mútuo, que não tivemos dúvida. Era um nome bonito, que a gente gostava e ainda por cima, a minha avó paterna e a avó materna do Elton, ambas se chamavam Julia. Era muita coincidência para ignorar.
E foi assim que decidimos pelo nome da Julia. Só depois que fomos pesquisar o significado, que quer dizer “fofo ou macio, significando jovem ou pessoa jovial”. Com esse significado, como a gente poderia não se apaixonar por esse nome?
Depois que decidimos que a nossa filha se chamaria Julia, surgiu um pequeno empecilho. A minha sobrinha que também estava grávida, planejava colocar o mesmo nome na filha dela. Logo que eu soube, fiquei um pouco indecisa e até pensei em trocar de nome, mas não conseguia pensar em nenhum outro. Os meses foram passando e nós continuamos a falar com a Julia na barriga, chamando pelo nome. Depois de pensar muito eu decidi que não tinha problema duas crianças da mesma família ter o mesmo nome. Já que nem eu nem a minha sobrinha nos importávamos, não havia mal nenhum nisso. E assim foi, hoje temos a nossa Julia e a minha sobrinha caçula Giulia convivendo harmoniosamente!

Experiências de outras mães

Confira as experiências das mamães que comentarem no post do nosso Instagram. À medida em que os comentários forem chegando, o post é atualizado. Acompanhe!
vanessafersou – Eu jurava que era menina e já tinha nome, que seria Lara. Mas assim que descobri o sexo no caminho pra casa já tinha escolhido o nome. Sempre achei Vittorio lindo. Nem pensei em outro nome. Já cheguei em casa e comecei a bordar as toalhinhas dele. Rsrs
meuanjober – Até os 5 meses era Miguel, mas do nada mudei para Bernardo.
mamydondoca – Antes de começar a namorar o meu marido, eu conheci uma baby Valentina que era tão linda que me fez ficar apaixonada pelo nome. Então pesquisei o significado e ai que me apaixonei mesmo. Antes de ter “um pai” eu já sabia que teria uma menina e ela seria a Valentina. Quando comecei a namorar e falamos de filhos, falei para o marido sobre esse nome e ele amou de cara. ?
_corujas – Ih, o nome desse terceiro deu o maior trabalho pra escolher!!! Passei 5 meses olhando um monte de nomes (tinha que ser curto e com A) e nada parecia certo! Até que um dia os irmãos o chamaram pelo nome que gostavam e ele começou a “pular” na barriga. Foi a nossa certeza. Nem era um dos nomes favoritos, mas foi um acordo entre os irmãos. A gente realmente não podia negar! ?

aslenecruz – O nome do meu filho já tinha sido escolhido pelo pai que ama o nome#Anthony, o nome do meu esposo é Antônio e ele odeia nas redes sociais ele se apresenta como#Anthony e disse a mim quando tivesse um filho ia se chamar #Anthony e eu ameiiiii…

minha_rotina_de_mae – O nome da minha filha também foi inspirado no nome da minha avó. Sempre achei o nome dela bonito e ainda tá na moda! Por isso escolhi Beatriz e acho que foi uma ótima escolha.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz