Mantendo o estilo depois da maternidade

Depois que a gente se torna mãe, muita coisa muda, o tempo diminui, as nossas prioridades mudam completamente e a gente só pensa no bebê. Depois de algum tempo, nos deparamos coma realidade de que deixamos um pouco de lado a nossa vaidade para dar atenção aos nossos filhos. Isso nos deixa insatisfeitas, mas ao mesmo tempo é difícil voltar a ser a mulher que éramos antes, seja por comodidade, seja por pura falta de tempo.

Se você já passou ou está passando por isso, saiba que não está sozinha. A maioria das mulheres passa por essa fase e consegue encontrar um equilíbrio. Ironicamente, eu que sempre trabalhei com moda passei um tempão sem olhar pra mim mesma, sem dar a mínima pra o que eu vestia, sem me cuidar. Mas acho sinceramente a culpa não é toda da maternidade. Falta tempo sim, mas faltava a mim um pouco de boa vontade e amor próprio mesmo. Mas aos poucos a gente vai se achando. Quero dividir essa descoberta com vocês e quem sabe ajudar quem tá passando por isso também. Devemos ter em mente de que a nossa aparência é muito importante e que cuidar de si mesma não significa negligenciar as responsabilidades de mãe.

Não podemos esquecer de que além de sermos mães, somos pessoas e queremos passar o melhor exemplo para nossos filhos. Sermos mulheres bem sucedidas, independente das metas de vida de cada uma, é a melhor maneira de dar um bom exemplo de vida para nossos filhos se espelharem em nós. Estar satisfeita com a própria imagem é essencial para vivermos a maternidade de maneira mais plena. Não se pode negar que a imagem pessoal é um poderoso meio de comunicação com o mundo! A sua imagem é a primeira impressão que é passada para as pessoas, antes mesmo de você se expressar com gestos e palavras.

O psicólogo americano Albert Mehrabian fez estudos sobre a primeira impressão de uma pessoa, concluindo que:
1. A primeira impressão é feita em cerca de 30 segundos;
2. O julgamento das pessoas se dá: 55% pela imagem; 38% pela postura e expressões faciais, corporais e tom de voz; 7% pelo discurso da pessoa.Resumindo, está comprovado que uma imagem vale mais do que mil palavras!
.
.
Conhecendo o seu estilo
Quer você queira, quer não, seu estilo é a sua marca, é a forma como você se mostra ao mundo. O seu estilo está refletido em suas roupas, acessórios, maquiagem e corte de cabelo, porque todas as suas escolhas são guiadas pela sua personalidade. Mas nem sempre somos fiéis a nós mesmas e às vezes adotamos estilos que não condizem com o que somos de verdade.
A estilista francesa Chanel disse “Eu não entendo como uma mulher pode sair de casa sem se arrumar um pouco – mesmo que por delicadeza. Depois, nunca se sabe, talvez seja o dia em que ela tem um encontro com o destino. E é melhor estar tão bonita quanto for possível para o destino”. Inspirador, não? Mas para se arrumar, é preciso saber algumas coisinhas e a mais importante delas é conhecer o seu estilo.A maternidade é uma descoberta, uma verdadeira jornada de autoconhecimento, onde a gente acaba desconstruindo tudo para depois se reconstruir. Eu estou passando por isso e até o meu estilo de roupa estou redefinindo atualmente. Você sabe qual é o se estilo? É preciso reconhecê-lo para se vestir de acordo com este e projetar sempre uma imagem positiva de si mesma. Uma pessoa não precisa necessariamente adotar um único estilo, afinal, não estamos sempre com o mesmo estado de espírito.Descobrir o seu próprio estilo pessoal tem a ver com  a sua personalidade. Se você é mais reservada não irá sentir-se bem com uma roupa muito ousada ou conceitual. Não adianta forçar, pois ficar à vontade dentro da roupa ajuda muito a manter a elegância. Tenha cuidado para não se rotular, pois ninguém é a mesma pessoa todo dia. Um dia você pode estar romântica e outro você pode precisar vestir-se mais clássica.O segredo está nos detalhes que você irá adotar, por exemplo, se você é mais despojada e precisa se vestir de maneira clássica por causa do trabalho, procure peças que tenham cores mais alegres e recortes mais inusitados. Mas não caia no clichê de fazer um desses testes para descobrir qual o seu estilo e ir às compras, pois depois você vai se deparar com um guarda-roupa muito previsível, sem novidades. Permita-se experimentar, pois é você quem tem que decidir que roupas vai usar, claro sempre com muito bom senso.Tire tempo para vasculhar suas roupas, olhe-se bastante no espelho, pense no que você realmente gosta e no que não gosta, reflita sobre quais atividades você mais gosta de fazer, quais lugares vai com mais frequência.Faça-se perguntas: “que cores mais gosto?”, “que tecidos e modelagens  me deixam mais à vontade?”,  “com qual personagem eu mais me identifico?”. Se você um tempinho para esse simples exercício conseguirá descobrir muito de si própria e descartar muitas coisas de que não gosta.
.
.
Perguntas para se fazer

Analise o que mais você tem no seu armário e pense nas características das peças – cores, tecidos, cortes, decotes – sem esquecer dos acessórios. Com um pouco de observação você vai ter uma boa ideia de qual é o seu estilo.
Prestar atenção às características das roupas que você gosta de usar e se sente bem, retrata melhor o seu estilo e combina com a sua personalidade.
Faça a si mesma essas 3 perguntas:
– O que é mais importante pra você na hora de se vestir?
– Qual o look que define você?
– Qual peça você tem em maior quantidade no guarda-roupa?
Não existe fórmula mágica, o seu estilo reflete quem você é, e você é única, não pode se encaixar em um simples rótulo. Assim será mais fácil escolher as peças que farão parte do seu guarda-roupa.
Nos próximos posts dessa série, vamos conhecer os principais estilos e eu vou dar algumas dicas práticas para dar uma boa incrementada no seu guarda-roupa.
.
.
Algumas dicas
  • Tenha peças chaves como: camisetas brancas, pretas e cinzas, calças jeans em diferentes cores, jaquetas e casacos. Isso te ajuda a ter uma boa base para trabalhar o seu estilo.
  • Nunca é demais repetir que conforto tem que estar em primeiro lugar, afinal quando estamos confortáveis, nos sentimos bem e isso é o mais importante.
  • Não tenha medo experimentar peças diferentes. Livre-se do preconceito e sempre prove as roupas antes de dizer que não gosta. Você pode se surpreender!
  • Se vista para se sentir bem consigo mesma!
  • Conhecer o seu corpo é importante para escolher as roupas que ficam melhores para o seu tipo. Para cada tipo de corpo há certos cortes caem melhor. Procure identificá-los.
  • Tenha looks prontos no seu guarda-roupa, para aqueles dias que você não sabe o que vestir. Faça uma combinação que você já sabe que cai bem e coloque as peças juntas em um cabide, no ponto de usar.
  • Documente os seus looks, tirando fotos antes de sair de casa. Isso leva só uns minutinhos e é uma boa forma de criar o seu estilo pessoal. Olhando as fotos, você vai ver o que deu ou não certo. Se preferir, pode baixar um aplicativo para fazer isso.
  • O estilo pessoal não diz respeito só às roupas, inclui também o seu cabelo, unhas, maquiagem e acessórios como de sapatos, bijuterias, óculos, etc.

Deixe um comentário

3 Comentários em "Mantendo o estilo depois da maternidade"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Priscila Meneses
Visitante

Olá, amei o post, não sou mãe mas sempre fico pensando, porque as mulheres que tem filhos acabam se esquecendo de se cuidarem….ser mãe não é sinônimo de que sua vida como mulher acabou….Tenho algumas amigas grávidas e vou compartilhar seu post com elas….beijossss

http://rosararablog.blogspot.com.br/

trackback

[…] POST: Mantendo o estilo depois da maternidade […]

wpDiscuz