Guia prático para montar o enxoval do bebê

Montar o enxoval do bebê dá trabalho e muitas vezes deixa as futuras mamães indecisas quanto a quais itens comprar, o que é considerado mais importante e o que pode ser dispensado.  Os itens mais necessários devem ser comprados primeiro e aqueles itens mais dispensáveis podem ser deixados para depois, para que nada fique apenas guardado e sem uso. Nem precisa dizer que é importante pesquisar bastante para economizar. Como pesquisar é um pouco cansativo, faça isso de preferência no segundo trimestre da gravidez, fase em que os enjôos já passaram e a mulher está mais disposta. Uma boa companhia é sempre bem vinda para ajudar nas pesquisas.

Uma das coisas mais importantes na hora de montar o guarda roupa do seu bebê, é o conforto e a praticidade. Muitas mães adoram enfeitar os filhos, mas muito cuidado para não abusar.  Acessórios como faixa de cabeça, lacinhos entre outros,podem deixar o bebê desconfortável e machucar se usados por longo tempo.

Na hora de montaro enxoval do bebê, o mais importante a ser considerado é que as roupas sejam adequadas ao clima do local onde você mora, o conforto, a praticidade e a segurança das peças. Para mais detalhes sobre segurança da roupa infantil, visite os posts abaixo:

Normas de segurança para roupas infantis

Como comprar roupas para o bebê com segurança

Você pode comprar as roupinhas de todos os tamanhos, ou seja, RN, P, M e G, caso queira fazer o enxoval até o bebê completar 1 ano. Mas também pode optar para ir comprando aos poucos, à medida em que o bebê vai crescendo.  Uma boa opção de compra são os kits, pois as peças já vêm combinadinhas e poupa o seu tempo. Geralmente esses kits vêmcom body, calça, casaquinho e touquinha. Se você não se preocupa muito em combinar os looks, também pode comprar as peças avulsas, mas saiba que pode passar mais tempo escolhendo. Você não precisa comprar peças muito caras, porém, deve investir roupas de qualidade. Assim, elas durarão mais tempo e podem passar para o irmãozinho ou mesmo ser vendidas num bazar depois.

Para facilitar um pouco a sua tarefa de fazer o enxoval, separei alguns itens indispensáveis para o bebê, nas quantidades necessárias para cada tamanho.

TAMANHOS

Tamanho RN – recém nascido

Com exceção de bebês que nascem prematuros, não é necessário investir muito em roupinhas tamanho RN, já que ele será usado por pouco tempo.O bebê cresce muito rápido e as roupinhas RN acabam ficando pequenas logo. Nessa fase o mais importante é praticidade e conforto. Por isso, evite modelos complicado com muito detalhes e dê preferência a peças que sejam mais fáceis de vestir e de tirar.

Tamanho P – de 3 a 6 meses

O tamanho P poderá ser útil por mais tempo e muitas mães preferem comprar P ao invés de RN, já que o bebê cresce rápido. Então fica ao seu critério, mas lembre-se de levar em conta o tamanho do seu bebê. Antes do parto já dá pra ter uma noção se ele será grande ou pequenininho. Além disso, ninguém quer que seu bebê nasça antes do tempo, mas é uma possibilidade a ser levada em conta. Na hora de comprar as roupinhas, se preferir comprar peças maiores, inclua algumas RN só para garantir.

Tamanho M – de 6 a 9 meses

Quando seu bebê estiver usando M , ele já estará rolando e se arrastando pelo chão, por isso as peças devem ser de preferência de cores mais escuras para evitar manchas. Nessa fase as joelheiras são muito úteis para o bebê engatinhar sem machucar os joelhos ou manchar as roupinhas.

Tamanho G – de 9 a 12 meses

Quando seu bebê estiver usando G, o body e calça continuam a ser o look mais prático. Porém, nessa fase, você vai querer incrementar o visual do seu bebê, afinal, ele já está ficando em pé e prestes a andar. Você pode comprar uma quantidade menor de bodies, calças e macacões e complementar com peças mais variadas.

Para as meninas, os vestidinhos já começam a cair bem e podem ser combinados com tapa fralda ou calcinhas. Outra opção são os conjuntinhos de blusa e shortinho, que além de práticos, são um charme. Para os meninos, os conjuntinhos de bermudas ou calças em sarja combinadas com blusas de malha são uma ótima opção nessa fase.

PEÇAS BÁSICAS

Body

Para quem não conhece,  body é como uma camiseta comprida, fechada no fundo com pressões. Você pode comprar vários bodys, que deixa o bebê confortável e é de fácil troca. O body é a peça que mais suja, por ficar em contato com a fralda, por isso, nunca é demais.

Se você mora em um lugar de clima quente, compre alguns de manga curta, outros sem manga, estilo regata e apenas  um ou dois de manga longa para a noite. Como em climas quentes o bebê transpira muito, você pode comprar uma quantidade maior de bodies, que não será exagero.

Para climas frios, você deve investir em modelos de manga longa, mas também não deixe de comprar alguns de manga curta para quando o clima esquentar.

 

Body manga curta
Body manga longa

Calça Culote

Culote é uma calça de malha, também conhecida como mijão, que geralmente é usada com o body. Essa calça pode ter pé fechado ou ser aberta. Ainda há a opção do pé reversível, que pode  ser usado aberto ou fechado, podendo ser usada por mais tempo. Para bebês abaixo de 6 meses, o ideal é que a calça seja com pé, para proteger melhor, porém, esse modelo é usado por menos tempo porque as perninhas do bebê logo vão crescer. A partir do tamanho M prefira as calças sem pé, pois nessa fase você vai preferir usar sapatinhos no seu bebê.

Calça culote com pé fechado
Calça culote com pé reversível
Pé reversível
Detalhe do pé reversível
Calça culote sem pé

Casaquinho

O casaquinho é usado junto com a combinação de body e calça culote, que é super prática. Para climas frios essa peça é muito útil, porém, para climas quentes, é mais usada para bebês recém nascidos e depois pode ser até dispensada.

Casaquinho
Casaquinho

Macacão

O macacão é uma alternativa ao conjunto de body com calça e também tem a vantagem de ser muito prático. Assim como a calça culote, o macacão pode sem com pé e sem pé. Essa peça é ótima para usar  para a hora de dormir porque é muito confortável. Em climas frios eles são indispensáveis, porém, para climas quentes, podem ser usados poucas vezes. Para climas quentes, uma boa opção é substituir o macacão por macaquinhos curtos, que dispensam o uso da calça culote.

Macacão com pé fechado
Macacão com pé reversível
Macacão sem pé
Macaquinho

Meias

Os bebês recém nascidos precisam estar com os pé sempre protegidos. O ideal nessa fase é usar meias, por ser mais práticas e confortáveis. As meias sempre serão usadas, sozinhas enquanto o bebê for recém nascido e com sapatinhos quando o bebê estiver maior. Por isso não deixe de incluí-las no enxoval. Você também encontra à venda kits de meias com 3 ou mais pares no pacotinho, que são muito práticos. Prefira cores mais neutras para combiná-las facilmente com qualquer roupa e sapato.

Outra opção muito prática são as meias que imitam sapatilhas. Esses modelos têm um um elástico que prende ao pezinho do bebê, evitando que sejam perdidas. Além disso, essas meias são mais fresquinhas ideais para usar em dias mais quentes.

Meia sapatilha

Luvas

As luvinhas são importantes para aquecer as mãozinhas do bebê e evitar que ele se azunhe acidentalmente, já que não é aconselhável cortar as unhas no primeiro mês. Se você preferir, pode comprar o kit luvas, meias e touca, que já vem tudo combinadinho.

Em climas frios o bebê usa luvas com frequência e por muito mais tempo para se manter aquecido. Podem ser de malh tricô ou outros materiais mais quentinhos.

Em climas quentes as luvas são usadas somente nos primeiros meses. É preferível que sejam de malha de algodão.

Luvinhas RN
Kit de luvas, touca e sapatinhos RN
 

Sapatinhos

As meias são mais indicadas para proteger os pés do recém nascido, por ser mais confortáveis. Além disso, como o pezinho é muito pequeno e delicado, não  seguram direito um sapatinho. Os sapatinhos podem ser usados a partir de 3 meses, desde que sejam macios e de preferência, feitos materiais delicados para não esquentar demais ou apertar o pezinho do bebê.

Não há limite de quantidade para sapatinhos, afinal, é um item que dá um charme especial para o bebê. Mas lembre-se de que o pezinho do seu bebê também vai crescer muito rápido e não exagere demais na quantidade. O primeiro sapatinho é sempre muito especial, por isso não esqueça de tirar muitas fotos para registrar e depois guardá-lo de lembrança!

Sapatinhos de tecido

Saída da maternidade

A saída de maternidade é aquele kit de roupinha e manta para o bebê voltar para casa. É uma roupinha especial, pois sairá nas primeiras fotos do seu bebê. Você pode comprar no tamanho P, para poder usá-la mais vezes. Porém, se o bebê for pequeno, ficará muito folgada. Algumas mães compram duas saídas, uma RN e outra P, para decidir lá no hospital qual ficará melhor. A vantagem é que você terá dois kits para usar quando for nas primeiras consultas e tomar as primeiras vacinas.

Geralmente o kit de saída de maternidade é composto por macacão, casaquinho ou vestidinho e uma manta, como no modelo abaixo.

Saída de maternidade menina

Manta

A manta é mais leve do que um edredon e geralmente é forrada. Serve para aquecer e proteger o bebê do vento e da claridade. É mais usada quando o bebê é recém nascido e muito sensível a tudo.

Cueiro

O cueiro é bem mais leve do que a manta e feito de tecido leve e macio. É usado por mais tempo e pode ter várias funções, como proteger o bebê do sol e vento, ser usada na amamentação fora de casa, forrar as superfícies onde você vai colocar o bebê, etc.

Confira abaixo as listas de roupinhas para clima frio e quente.

1

2

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz