Conheça as recomendações para postar fotos de crianças na internet

Comecei o Its’s a Girl como um diário virtual da Julia e a maioria dos posts mais pessoais eram privados. No início eu estava um pouco insegura com a exposição dela na internet. Só há pouco tempo, depois de muitos pedidos, resolvi começar a deixar os posts públicos, afinal, não há porque esconder seu filho, já que a internet já faz parte de nossas vidas e uma hora ou outra, a criança vai acabar tendo contato com esse mundo.

A internet nos trouxe muitos benefícios e avanços, mas por outro lado também oferece alguns riscos.  De acordo com a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), a pedofilia está entre os crimes mais praticados na internet. Fotos de crianças sem camisa ou tomando banho, por exemplo, podem atrair a atenção de pessoas mal intencionadas. Imagens que revelam a nossa rotina, horário e local de nossos compromissos diários, podem ser usadas para planejar golpes e sequestros relâmpago, praticados a partir dessas informações.

O Estatuto da Criança e do Adolescente prevê que a criança e o adolescente têm direito à preservação da sua integridade física, psíquica e moral, abrangendo a preservação da imagem, da identidade, entre outros.  Nenhum adulto tem o direito de publicar fotos ou vídeos que possam expor a criança a situações constrangedoras ou colocá-la em risco. As crianças ainda não podem escolher o que será publicado sobre elas, e é de nossa responsabilidade garantir o respeito e a segurança e dignidade delas.

Para ajudar outros pais que também se preocupam com a exposição das crianças, preparei esse post com as principais recomendações para postar fotos dos filhos na internet e redes sociais com segurança. Embora pareça exagero, é importante ter cautela no que postamos. O problema não é postar fotos das crianças e sim fazer uma exposição excessiva, que pode ajudar em tentativas de golpe, pedofilia ou sequestro relâmpago. Infelizmente não sabemos quem está do outro lado da tela vendo o que publicamos. Por mais simples e inocente que a postagem pareça, é importante que a gente pense duas vezes antes de compartilhar.

 

Cuidados com as fotos

Confira os principais cuidados que todos devemos ter:

— Não divulgue os hábitos da rotina da criança;

— Não mostrem as partes íntimas do corpo;

— Evitem postar fotos dos filhos com o uniforme escolar;

— Não divulguem fotos ou filmes que mostrem faixada da casa, do condomínio ou a rua onde você mora;

— Tenha cuidado em desativar o GPS, quando for postar nas redes sociais, para não revelar o local de onde foi tirada.

 

 

Outras dicas importantes:

Leia os termos de uso das redes sociais antes de concordar com eles
Algumas rede sociais, como o Facebook, discriminam em seu termo de uso que, ao aceitar fazer parte da rede social, você está concordando em licenciar todas as suas fotos e vídeos para serem usadas por eles. Essa Licença termina quando você exclui seu conteúdo ou sua conta, a menos que seu conteúdo tenha sido compartilhado com outros e eles não o tenham excluído.

Por isso é bom ficar por dentro dos termos  das redes sociais, para ficar ciente do alcance das suas postagens. As imagens que postamos poderão ser usados por essas empresas, inclusive para a publicidade. É preciso refletir muito sobre o que se deseja publicar, bem como conhecer as ferramentas de privacidade, bloquear a função de compartilhamento de alguns conteúdos ou deixar uma publicação privada com acesso restrito só a pessoas que você escolher.

Restrinja fotos e vídeos a alguns familiares e amigos
Se você quiser postar uma foto do seu filho que revele a escola que ele frequenta ou outra informação mais íntima, pode ser interessante restringir essa publicação apenas para um grupo de amigos e familiares que você deseja que vejam a foto.

Evite o uso de aplicativos de localização e algumas hashtags
O hábito de fazer check-in ou de criar hashtags com o nome da escola ou um lugar que a criança frequenta também deve ser evitado, já que expõe a rotina da criança. Não devemos expor informações pessoais para desconhecidos de maneira nenhuma, quer estejamos offline ou online.

 

Com esses cuidados podemos manter nossos filhos protegidos dos riscos da exposição exagerada na internet. Espero que esse post tenha ajudado a esclarecer esse assunto. Que a internet seja usada como um canal para compartilhar informações que sejam relevantes para nos ajudar mutuamente.Se você tem mais alguma dica que eu não coloquei aqui, deixe a sua contribuição nos comentários!

Deixe um comentário

2 Comentários em "Conheça as recomendações para postar fotos de crianças na internet"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
trackback
[…] O blog It’s a Girl está de cara nova!. Essa é a primeira de várias mudanças que virão por aí. Essa é uma grande conquista que quero dividir com vocês. Para quem não sabe, eu criei o blog It’s a Girl no final de 2012, quando ainda estava grávida da Julia. Eu já tinha um outro blog de moda desde 2008, onde postava o conteúdo para meus alunos, quando ensinava na faculdade de moda. Comecei o It’s a a Girl como um diário virtual da Julia e a os posts p pessoais eram privados. No início eu estava um pouco… Read more »
trackback
[…] Para quem não sabe, eu criei o blog It’s a Girl no final de 2012, quando ainda estava grávida da Julia. Eu já tinha um outro blog de moda desde 2008, onde postava o conteúdo para meus alunos, quando ensinava na faculdade de moda. Desde que comecei a escrever no blog passei a gostar muito, pois como eu dava aulas, essa era a minha maneira de pesquisar e me atualizar sobre a minha área profissional e oferecer sempre o melhor conteúdo tanto para os meu alunos, quanto para outras pessoas que liam meu blog. Comecei o Its’a a Girl como um… Read more »
wpDiscuz