Por que não fazer festas de aniversário extravagantes

 

Quando se fala em festa infantil, logo vem à mente buffet, decoração, lista de atrações, etc. O mercado de buffets fatura alto realizando os sonhos e caprichos dos pais e ditam as tendências em festas infantis, que nem sempre correspondem à realidade e necessidade das crianças. Em minha opinião, as festas muito elaboradas que só ostentam são para satisfazer aos adultos, não às crianças. Algumas festas de aniversário infantis tem decoração de cair o queixo de tão luxuosa e elaborada, música alta, muitos convidados e uma longa programação. São show de luzes, trocas de roupas, personagens que assustam as crianças, entre outras atrações extravagantes. Na minha opinião, é que se pode chamar de um belo evento para os adultos, porque na prática, as crianças ficam cansadas, entediadas e algumas assustadas com tanta movimentação.

Mas o que muitos pais não entendem é que festa para criança tem que ser festa de criança, com comidas simples como bolo, brigadeiro, pipoca,brincadeiras descontraídas na companhia de familiares e pessoas íntimas da criança. O mais importante, num lugar onde a criança se sinta à vontade e possa brincar, que pode ser em casa, na praça, no parquinho ou outro lugar que a criança já tenha ido antes. Uma criança pequena não sabe a diferença entre uma festa cara e uma pequena comemoração, porque o que ela mais quer cantar os parabéns, soprar a velinha e brincar. Sim, porque para ela tudo é brincadeira.

Devemos levar em consideração que crianças pequenas ficam super estimuladas em ambientes muito barulhentos, movimentados e com muita gente. Na maioria das vezes, o que era para ser uma festa perfeita, acaba com um monte de criança entediada, irritadas e cansadas. A diversão e o conforto das crianças fica em segundo plano, porque a programação é muito demorada e as crianças têm que usar roupas quentes e desconfortáveis que as impedem de brincar livremente. Tudo isso acaba sendo uma experiência estressante para as crianças e frustante para os adultos.

Aqui, desde o primeiro ano. nós fazemos a semana da Julia, explicando que o aniversário dela é para comemorar o dia em que ela nasceu e nos deixou muito feliz. O importante é que ela entenda que é muito amada e o seu aniversário é para comemorar isso. Nós cantamos os parabéns, “treinamos” para apagar a velinha no dia. Nós sempre procuramos fazer algo simples, sem buffet, sem lista interminável de convidados. Afinal, a festa é para a criança e é ela que tem que se divertir e aproveitar. Sempre escolhemos um lugar que a Julia goste e se sinta totalmente à vontade. Atualmente ela está muito sociável e adora interagir com as pessoas. Por isso convidamos somente as pessoas que realmente fazem parte do nosso convívio, para que ela perceba o quanto é bom estar com pessoas queridas numa data especial. Enfim, fazemos uma comemoração descontraída e divertida para a Julia e não para atender às expectativas de outras pessoas. Nunca esquecemos que estamos comemorando o dia em que ela nasceu, que foi o dia mais incrível e emocionante das nossas vidas!

Uma criança pequena não presta atenção em rituais nem tem noção de tempo. Uma comemoração simples e divertida é o suficiente. O melhor de tudo é que os pais não precisam gastar todas as suas economias para fazer a festa. Experimente também.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz