Dar muito colo prejudica o bebê?

O contato físico faz com que o bebê se sinta protegido e o colo, principalmente da mãe, significa segurança e consolo. Alguns bebês necessitam mais de atenção do que outros. Muitas vezes o motivo do choro é somente devido à solidão ou sensação de insegurança. Mas será que colo demais prejudica o bebê?

A pediatra Maria Esther Ceccon, do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas de São Paulo, disse em entrevista à revista Cescer sobre dar colo: ao bebê: “É o que dá segurança e tranqüilidade à criança, além do toque, da voz e do olhar afetuoso da mãe. Por isso, não raro o bebê pára de chorar quando está em seus braços” . Segundo a pediatra, a crença de que o colo pode “estragar” o bebê está ultrapassada. Ela ressalta que o contato  estimula os movimentos intestinais da criança e o calor do corpo materno faz com que ela fique mais relaxada, aliviando as cólicas”. O amor dos pais também é despertado quando estes pegam o bebê no colo e o vínculo afetivo é tão importante para o desenvolvimento do bebê, quanto o próprio alimento.

Essa dependência é normal e faz parte do processo de adaptação ao mundo, para isso os pais devem agir com paciência. O ideal é ir acostumando a criança pouco a pouco para que se sinta segura quando não está nos braços. Podemos começar colocando numa cadeirinha, cercado ou carrinho,  sempre perto da gente enquanto realizamos nossas tarefas. É importante dar alguma coisa para distrair o bebê, como um brinquedo ou mesmo alguma comidinha que já faça parte da alimentação dele. As crianças pequenas ficam entediadas quando passam muito tempo no mesmo lugar ou fazendo a mesma atividade. Para que isso não aconteça, é importante mudar a atividade logo que o bebê demonstrar desinteresse, antes que ele se irrite.

O resultado vai depender em boa parte da personalidade do bebê, pois algumas crianças aceitam a disciplina com mais facilidade do que outras. Porém,  também temos que levar em conta que os hábitos são aprendidos e somos nós que temos que ensinar ao bebê que ele também pode brincar sozinho e se divertir enquanto não podemos lhe dar atenção exclusiva. O bebê precisa ser estimulado a explorar, brincar e se distrair sozinho. Mas é preciso buscar equilíbrio, afinal, ele ainda precisa muito de carinho e aconchego nos braços dos pais, o que é muito importantes para o seu bom desenvolvimento. Aos poucos a criança vai percebendo que é bom conquistar um pouco de independência para explorar o mundo. Na medida em que a criança vai crescendo, vai deixando de necessitar ficar nos braços o tempo todo.

A Julia sempre demandou muita atenção, desde o primeiro dia em casa. Percebemos logo que isso fazia parte do temperamento dela e aos poucos fomos reconhecendo quando ela chorava de fome, sono, cólica ou simplesmente para pedir colo. Não posso negar que em alguns momentos foi difícil lidar com isso, principalmente tendo que me dividir entre as atividades do dia a dia e os cuidados com ela. Algumas vezes fiz coisas inimagináveis com a Julia no meu braço e cheguei a rir de mim mesma, porque o Elton me deu o apelido de “suporte para bebê”. Mesmo assim, não acredito que colocar o bebê no colo seja um costume ruim. Acredito que carregar os bebês nos braços não representa nada de mal ou inadequado, pelo menos enquanto você puder fazer isso.

Sempre estivemos disponíveis para atender prontamente as suas necessidades, porque acreditamos queisso é a base para o desenvolvimento de uma criança segura e tranquila. O bebê passa nove meses protegido e ligado à mãe, por isso tem a necessidade emocional de ficar o mais próximo possível da mãe e eu nunca negaria isso à minha filha. A criança só começa a perceber que a mãe é um outro ser perto dos nove meses de vida, por isso solicita tanto o aconchego do colo. Desde que a Julia nasceu, tanto eu como o Elton adoramos pegá-la nos braços. A gente nina, abraça, beija e não vemos essa atitude como um capricho, pelo contrário, isso só fortalece o nosso vínculo. Nós nunca poderíamos negar à nossa filha afeto, carinho e amor que ela precisa e nos faz tão bem.

 

 

 

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz