Dia 1º de outubro – Dia Nacional de Doação de Leite Humano

Hoje é o Dia Nacional de Doação de Leite Humano. Instituída pelo Ministério da Saúde através da PORTARIA Nº 1.893, de 2 de outubro de 2003, Art. 1º, esta data representa para os Bancos de Leite do Brasil um momento especial, onde realizam ações de sensibilização da sociedade para ressaltar a importância da doação de leite humano. Atualmente são 203 bancos de leite e 106 postos de coleta implementados no país. E, continuamente, o governo federal investe na ampliação e modernização da capacidade dos bancos de leite e também na qualificação dos profissionais que atuam nesta área.

São recolhidos cerca de 150 mil litros de leite humano por ano. O leite passa pelo processo de pasteurização e adquire qualidade certificada para ser distribuído a mais de 135 mil recém-nascidos; principalmente, àqueles que estão hospitalizados. O leite materno para os recém-nascidos (principalmente, os hospitalizados) aumenta as chances de recuperação do bebê, durante o período em que a criança está impossibilitada de ser amamentada pela mãe. Isto geralmente ocorre nos casos em que o bebê está internado em UTI neonatal.

Para ser uma doadora, a mulher precisa, além de  apresentar excesso de leite, ser saudável, não usar medicamentos que impeçam a doação e se dispor a ordenhar o leite e a doar o excedente. Para realizar a doação, a lactante deve entrar em contato com o banco de leite de sua cidade para receber o frasco esterilizado, no qual depositará o leite. O frasco que deve ser de vidro, deverá ser conservado no congelador ou freezer e aguardar que uma equipe vá à casa da doadora para o recolhimento do leite doado.

A primeira comemoração do Dia Nacional de Doação de Leite Humano foi realizada no ano de 2004. Todos os anos o Ministério da Saúde produz e distribui material de divulgação (cartaz e folder). Abrace essa causa e divulgue a campanha!